5 Grandes Motivos para Deixar de Fumar

  • clinica-ricardo-campos-combate-fumo

O tabagismo causa pelo menos 50 doenças, inclusive câncer, e, no Brasil, mata 400 pessoas por dia. Fumar é a principal causa de morte evitável do mundo. O cigarro contém cerca de 4.700 substâncias tóxicas, das quais pelo menos 70 são cancerígenas. Os especialistas da Fundação do Câncer, Alfredo Scaff, médico epidemiologista, Cristina Perez, psicóloga, e Mariana Pinho, enfermeira, dão dicas sobre como parar de fumar e listam benefícios para a saúde de se tornar um ex-fumante.

Parar de fumar…

Rejuvenesce e embeleza. O fumo tem ação direta na pele, aumentando a quantidade de rugas e da celulite. O cigarro também deixa os dentes amarelados e causa periodontite e formação de tártaro, entre outros problemas. Os aspectos dermatológico e dentário melhoram a partir do momento em que a pessoa deixa de fumar.

Não necessariamente engorda. Ao largar o cigarro, o ex-fumante passa a ter outros prazeres, como sentir cheiros e sabores. Isso pode levá-lo a querer comer mais. Mantendo a alimentação saudável, é possível ficar em forma. Uma dica é apostar em frutas (especialmente cítricas), hortaliças e laticínios, que pioram o gosto do tabaco, segundo pesquisa da Universidade Duke, nos Estados Unidos. Café, cerveja e vinho devem ser evitados nas primeiras semanas sem cigarro, por acentuarem a vontade de fumar.

Reduz a quantidade de consumo de álcool. Estudo publicado na revista científica BMC Public Health mostrou que, ao contrário do que se acreditava, tentar largar o cigarro não aumenta a ingestão de álcool como forma de compensação. Pelo contrário.

Protege os seus filhos. As crianças estão expostas a risco no ambiente doméstico quando têm pais ou responsáveis que fumam dentro de casa. Elas adoecem mais de infecções respiratórias e alergias, correm risco de morte súbita da infância e têm mais chances de se tornarem fumantes na idade adulta. A gestante, mesmo que não fume, mas esteja exposta à fumaça, coloca em risco a gestação e a saúde do bebê.

Melhora a saúde do bolso. Quem deixa de fumar um maço por dia pode economizar cerca de R$ 150 por mês e, ao final de um ano, R$ 1.800. Cada embalagem contém 20 cigarros.

Dicas para abandonar o tabaco

  • O primeiro e fundamental passo é realmente querer.
  • O fumante deve marcar uma data dentro dos próximos 15 dias e optar entre deixar os cigarros de forma abrupta (a pessoa fuma normalmente e, a partir do dia escolhido, não fumará mais) ou gradual. Caso seja da segunda maneira, é importante estabelecer o número de cigarros a cada dia anterior à parada total e seguir a regra. Caso contrário, o método pode não funcionar.
  • Nos primeiros dias sem fumar, o corpo começa a se adaptar à ausência da nicotina. Podem aparecer alguns sintomas, como dores de cabeça, formigamento das mãos e dos pés, tosse, ansiedade e vontade intensa de fumar. O desconforto desaparece após uma ou duas semanas sem cigarros.
  • Para reduzir a vontade de fumar, experimente beber água gelada ou mastigar canela em pau, cravo, cristais de gengibre, barra de cereais ou chiclete sem açúcar. Estes itens devem estar sempre à mão.
  • Praticar atividade física e receber apoio de familiares e amigos são grandes aliados.
  • Profissionais de saúde sempre podem ajudar um fumante a deixar o cigarro.

 

fonte: www.cancer.org.br