Alimentos que Podem Ajudar a Reduzir o Câncer de Mama

Aproveitando que estamos em outubro, ou outubro Rosa, já que há uma maior conscientização para o controle do câncer de mama, conheça alimentos que podem ajudar a reduzir o câncer de mama.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer) o objetivo é de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

Seguem algumas dicas de alimentos que podem ajudar nessa prevenção, já que o desenvolvimento do câncer demonstrou ser fortemente influenciado pela alimentação.


Oleaginosas (Nuts)

A pesquisa descobriu que comer nuts pode estar associado a um menor risco de certos tipos de câncer. Por exemplo, um estudo analisou as dietas de quase vinte mil pessoas e descobriu que comer uma quantidade maior de oleaginosas estava associado a um risco menor de morrer devido ao câncer.

Da mesma forma, um estudo mostrou que a ingestão de oleaginosas diminuiu a taxa de crescimento de células de câncer de mama em 80% e reduziu o número de tumores em 60% em camundongos.

Esses resultados sugerem que adicionar uma porção de nuts à sua dieta todos os dias pode reduzir o risco de desenvolver câncer no futuro. E aqui temos uma lista imensa de produtos com variadas oleaginosas:

  • Nuts Castanha de Caju e Pistache 7 grãos 100% integral
  • Nuts Castanha Castanha do Pará, Amêndoas e Macadâmia 7 grãos 100% integral
  • Nuts Amendoim e Cacau com Avelã 7 grãos 100% integral
  • Granola Tradicional 100% integral (Castanha do Pará)
  • Granola Sem Adição de Açúcar 100% integral (Castanha do Pará)
  • Granola Premium 100% integral (Castanha do Pará e Amêndoas)


Azeite de Oliva

O azeite está repleto de benefícios para a saúde, portanto, não é de admirar que seja um dos alimentos básicos da dieta mediterrânea. Vários estudos descobriram que uma maior ingestão de azeite de oliva pode ajudar a proteger contra o câncer.

Uma revisão maciça composta por 19 estudos mostrou que as pessoas que consumiram uma maior quantidade de azeite tiveram um risco menor de desenvolver câncer de mama e câncer do sistema digestivo do que aquelas com menor ingestão.

A troca de outros óleos em sua dieta por azeite é uma maneira simples de aproveitar seus benefícios à saúde. Você pode regar com saladas e legumes cozidos, ou tente usá-lo em suas marinadas para carne, peixe ou aves.

Resultado de imagem para açafrão
Açafrão / Cúrcuma

Açafrão é um tempero conhecido por suas propriedades promotoras de saúde. A curcumina, seu ingrediente ativo, é uma substância química com efeitos anti-inflamatórios, antioxidantes e até anticâncer.

A curcumina também demonstrou ser eficaz em retardar o crescimento de células de câncer de pulmão, mama e próstata.

Para obter os melhores resultados, procure pelo menos 1 / 2–3 colheres de chá (1–3 gramas) de açafrão por dia. Use-o como uma especiaria moída para dar sabor aos alimentos e emparelhe-o com pimenta preta para ajudar a aumentar sua absorção.


Brócolis

O brócolis contém sulforafano, um composto vegetal encontrado em vegetais crucíferos que podem ter propriedades anticancerígenas potentes.

Um estudo mostrou que o sulforafano reduziu o tamanho e o número de células de câncer de mama em até 75%. Incluir brócolis com algumas refeições por semana pode trazer alguns benefícios no combate ao câncer.


Linhaça

Com alto teor de fibras e gorduras saudáveis para o coração, a linhaça pode ser uma adição saudável à sua dieta. Algumas pesquisas mostraram que isso pode até ajudar a diminuir o crescimento do câncer e ajudar a matar as células cancerígenas.

Em um estudo, 32 mulheres com câncer de mama receberam um bolinho de linhaça diariamente ou placebo por mais de um mês. No final, o grupo de linhaça tinha níveis reduzidos de marcadores específicos que medem o crescimento do tumor, bem como um aumento na morte de células cancerígenas.

Tente adicionar uma colher de sopa (10 gramas) de linhaça a sua dieta todos os dias, misturando-a em sucos, vitaminas, polvilhando-a com cereais e iogurte ou até mesmo quando for preparar um bolo.

IMPORTANTE: DETECÇÃO PRECOCE

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura. A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.
Também é recomendado que mulheres de 50 a 69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas.
Mulheres com risco elevado para câncer de mama devem conversar com seu médico para avaliação do risco para decidir a conduta a ser adotada.

fonte: damagrinha.com.br